Choupal de ontem até hoje. E amanhã?

O Choupal é, sem dúvida, um dos cenários marcantes de Coimbra, integrando a iconografia da Cidade. Nas últimas três décadas a Mata sofreu diversas agressões que diminuiram a sua área e a qualidade do seu usufruto. A construção de uma auto-estrada, precisamente por cima da sua área de ligação à cidade será mais um significativo atentado a este património. Que a Mata precisa de intervenção e manutenção das infra-estruturas é um facto. Que a envolvente, especialmente a ligação à cidade, precisa de qualificação é, também, um facto. Que nenhuma destas questões é resolvida com a construção de uma auto-estrada em viaduto por cima é outro facto óbvio. O que a Mata Nacional do Choupal precisa é de actos. O que não precisa é de verbalização de boas intenções de quem vem com motosserra na mão e retroescavadoras atrás. Essas «boas intenções» foram bem demonstradas nos últimos trinta anos.

 

Mata sofreu diversas

Mata sofreu diversas agressões que diminuiram a sua área e a qualidade do seu usufruto. A construção de uma auto-estrada, precisamente por cima da sua área de ligação à cidade será mais um significativo atentado a este património. Que a Mata precisa de intervenção e manutenção das infra-estruturas é um facto. Que a envolvente, especialmente a ligação à cidade, precisa de qualificação é, também, um facto. Que nenhuma destas questões é resolvida com a construção de uma auto-estrada em viaduto por cima é outro facto óbvio. O que a Mata Nacional do Choupal precisa é de actos.

 

646-656 l 650-175 l 650-180

O Choupal é, sem dúvida, um

O Choupal é, sem dúvida, um dos cenários marcantes de Coimbra, integrando a iconografia da Cidade. Nas últimas três décadas a Mata sofreu diversas agressões que diminuiram a sua área e a qualidade do seu usufruto. A construção de uma auto-estrada, precisamente por cima da sua área de ligação à cidade será mais um significativo atentado a este património. Que a Mata precisa de intervenção e manutenção das infra-estruturas é um facto. Que a envolvente, especialmente a ligação à cidade, precisa de qualificação é, também, um facto. Que nenhuma destas questões é resolvida com a construção de uma auto-estrada em viaduto por cima é outro facto óbvio. O que a Mata Nacional do Choupal precisa é de actos. O que não precisa é de verbalização de boas intenções de quem vem com motosserra na mão e retroescavadoras atrás. Essas «boas intenções» foram bem demonstradas nos últimos trinta anos.